vila joia (VII) - the party

 A comida genial um menu do mais simples que pode haver, refiro-me aos nomes dos pratos, claro. Cauliflower de Thomas Buhner não me há-sair da memória, nem a colorida e delicada sobremesa de Koschina, Carot, precedido pelo reconfortante Beef (com spatzel) de Mario Lohinger.  Mas o climax foi quando a estrela maior desta constelação, Dieter Koschina, atravessou a porta da cozinha, seguido dos seus amigos e as respectivas equipas. Se antes eram os fogões agora é a sala que está ao rubro. A sala cheia ficou apinhada, uma festa. Um momento daqueles que só apetece fotografar. Estou nas nuvens e o meu sonho é que um dia Koschina me leve aos Frangos da Guia. Talvez para o ano quando aqui voltar.

1 comentário:

sofia disse...

Adorava ter ído.

www.levedar.com