um dia normal







Mal aparece uma nesga de sol o meu bairro volta à sua vida normal. As hortas florescem, os estendais ficam a abarrotar e o ar que se respira transporta o aroma do entrecosto grelhado. Não tarda a sardinha e os almoços na esplanada da Cristina.

1 comentário:

J P Diniz disse...

sardinhas! say when